5 de out de 2009

Ruídos insones

vento na fresta da janela

folhas do antúrio batendo no vidro

carros passando (ou voando?) no estradão

motor da geladeira

asas da mariposa

televisão do vizinho

choro do bebê do vizinho

a voz da mulher do vizinho

água caindo na caixa d'água

pipa balançando ao sabor do vento agarrada no fio do poste

cachorros latindo nas ruas

meus cachorros latindo no portão

minha respiração

a caneta no papel

.
.

Nenhum comentário: